Tagusvalley aprova Plano de contingência do COVID-19

Plano de Contingência da Incubadora que estabelece os procedimentos a adotar


no image available

Em concordância com a informação disponibilizada pela Direção -Geral da Saúde, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) considera que existe, um risco moderado a elevado de importação de casos de Coronavírus — intitulado de COVID -19 — nos países da União Europeia/Espaço Económico Europeu, sendo este risco de transmissão considerado baixo a moderado, caso sejam cumpridas determinadas medidas de prevenção.

Derivado  a este panorama nacional e internacional foi recomendado a operacionalização e a implementação de algumas medidas para prevenção e controlo da infeção por - COVID-19.

Deste modo o TAGUSVALLEY adotou um conjunto de ações e procedeu-se as seguintes implementações:

Clique aqui para ter acesso ao Plano de Contigência. 

Para o acompanhamento da situação do COVID-19, recomendamos a consulta do link da Direção Geral de Saúde : https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/orientacoes-e-circulares-informativas/orientacao-n-0062020-de-26022020-pdf.aspx .

 Para mais informações, solicitamos aos responsáveis pelos recursos humanos de cada entidade, que articulem os respetivos planos de contingência, com os seguintes contactos da TAGUSVALLEY: 

 

Filomena Mendes- 241098320 (ext. 227 – Gabinete do piso 2) ou Ana Almocim - 241330330 (ext. 200 - Receção).

Os coronavírus são uma família de vírus conhecidos por causar doença no ser humano. A infeção pode ser semelhante a uma gripe comum ou apresentar-se como doença mais grave, como pneumonia.

A COVID-19 transmite-se por contacto próximo com pessoas infetadas pelo vírus, ou superfícies e objetos contaminados.

Esta doença transmite-se através de gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando tossimos ou espirramos, que podem atingir diretamente a boca, nariz e olhos de quem estiver próximo.

As gotículas podem depositar-se nos objetos ou superfícies que rodeiam a pessoa infetada. Por sua vez, outras pessoas podem infetar-se ao tocar nestes objetos ou superfícies e depois tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos.

As pessoas infetadas podem apresentar sinais e sintomas de infeção respiratória aguda como febre, tosse e dificuldade respiratória.

Em casos mais graves pode levar a pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos e eventual morte.

As pessoas infetadas podem apresentar sinais e sintomas de infeção respiratória aguda como febre, tosse e dificuldade respiratória.

Em casos mais graves pode levar a pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos e eventual morte.

 

 


Data

2020-03-11

Partilhar